Médico é preso por torturar a namorada e é afastado, em Codó

Segundo a Prefeitura de Codó, Daniel foi afastado das funções que exercia no Hospital Geral Municipal.

A Polícia Civil prendeu o médico Daniel Chynayd Costa Magalhães, que é suspeito de agredir e torturar a namorada em Codó, a cerca de 310 km de São Luís.  

Segundo as investigações, Daniel teve uma discussão com a namorada na madrugada da última sexta-feira (21), na conveniência de um posto de combustível, depois ambos foram para casa. Na residência, ela foi agredida e torturada por horas até conseguir fugir do local.

Após o caso, a então namorada de Daniel demorou dois dias para denunciar o caso. Após a Polícia Civil ser acionada, a Justiça decretou a prisão preventiva do médico, que foi preso e encaminhado para uma unidade prisional, na última segunda-feira (24).

Durante as investigações, a polícia encontrou, no carro de Daniel, porções de cocaína. Por causa disso, além do crime de tortura, Daniel vai responder pela posse da droga. 

Segundo a Prefeitura de Codó, Daniel foi afastado das funções que exercia no Hospital Geral Municipal, ainda na sexta-feira (21).  

 

SIGA O CTA NOTÍCIAS:

Instagram: @CTA.Noticias 

Facebook: @CTANoticiasOficial 

 

Postagens mais visitadas deste blog

Feminicídio em Coroatá: Suspeito de assassinar ex-namorada é encontrado morto

Feminicídio Choca Moradores de Coroatá: Ex-companheiro mata mulher a facadas

Explosão de caminhão-tanque deixa seis feridos em Paragominas, Pará